Procedimentos

PEELING QUÍMICO

Previous
Next

O peeling químico é indicado para pacientes que desejam suavizar as rugas e manchas. É também utilizado no tratamento de sinais da acne, promovendo a redução da oleosidade e o aumento da produção de colágeno. 

Dúvidas Frequentes

O peeling químico é um tratamento feito a partir do uso de uma solução, composta por ácidos brandos, a qual, quando aplicada sobre a pele, causa descamação e acelera o processo de renovação celular. 

O procedimento é bastante procurado, pois é uma maneira eficaz de obter uma aparência mais saudável, brilhosa e uniforme da pele. Além disso, o peeling químico reduz oleosidade, cicatrizes, rugas de expressão e/ou manchas causadas pelo sol. 

O processo consiste em aplicar agentes químicos que fazem uma esfoliação leve e removem as camadas mais superficiais da pele. Para que, então, ela se regenere e resulte em uma aparência mais uniforme e saudável. A melhora gradual é à medida em que são feitos outros tratamentos adicionais 

Ressecamento da pele, acne, rugas superficiais, pigmentação da pele irregular. 

Entre as vantagens obtidas com o tratamento, podemos citar: atenuação de rugas e linhas de expressão, redução das manchas de idade ou sol, redução das cicatrizes de acne e acidentes, renovação das camadas de pele, redução da oleosidade da pele, prevenção do aparecimento de espinhas, aumento da produção de colágeno. 

Depende. Em baixas concentrações, o peeling pode ser feito em qualquer época do ano. Já em concentrações mais altas, o ideal é que seja feito no inverno. Alguns cuidados após a aplicação são indispensáveis em qualquer época do ano, como não puxar a pele que está descamando, evitar tomar sol antes e depois do tratamento e fazer uso constante do protetor solar.